29 de janeiro de 2019 Reviews e Análises
O amanhã está a um sonho de distância.

Acho que existe um ponto em todas as discussões sobre quadrinhos que nem o marvete mais xiita discorda: nenhum super-herói tem uma galeria de vilões melhor que a do Batman. Sem pensar muito, alguns nomes pulam da nossa memória como Mulher-Gato, Charada, Espantalho, Hera-Venenosa, Bane, Ra's al Ghul, Duas-Caras, Senhor Frio, Chapeleiro Louco e - claro - Coringa. Porém, a impressão que temos é que para Scott Snyder e Greg Capullo - que assumiram o reboot Os Novos 52”, em 2011 - todo esse catálogo de personagens era pouco…

A partir de um misterioso assassinato envolvendo facas de arremesso e uma quadrinha infantil, conhecemos a lenda da Corte das Corujas,   uma espécie de sociedade secreta originada em uma Gotham antiga, que parece, em determinado momento, empoleirar sua trajetória a árvore genealógica da família Wayne.

Cuidado com a Corte das Corujas sempre alerta, vigiando Gotham de seu poleiro, por trás da rocha e do mau cheiro, ela o vigia em seu lar, o vigia em sua cama. Sobre ela nada diga ou o garra vem tomar sua vida."


A solução que Snyder encontrou para manter durante tanto tempo no anonimato a Corte das Corujas e outros acontecimentos quase infantis (como Batman tirar quase que cirurgicamente o dente do Asa Noturna com um soco) exigem um pouco mais da nossa suspensão de descrença, que pra mim é compensada quando ele entrega um Batman detetive, cheio de apetrechos tecnológicos - como gostamos de ver -  e que se superestima a ponto de cair. E é exatamente aí, nessa queda, que a arte mediana de Greg Capullo e sua diagramação tem seu grande momento. Um pequeno gostinho do que quero dizer:


A Corte das Corujas não segue o padrão de vilões do Batman. Não são simplesmente psicopatas ou sociopatas. Talvez essa sociedade secreta, no fundo rivalize não com o herói, mas com a herança de sua contraparte: Bruce Wayne.


Título: Batman: A corte das corujas
Autores: Scott Snyder (roteiro) e Greg Capullo (arte).
Tradução: Bernardo Santana e Levi Trindade
Editora: Panini Comics
Ano: 2014
Ficha técnica completa no Guia de Quadrinhos