31 de outubro de 2018 Reviews e Análises

Dia 31 de Outubro é conhecido no Brasil como o Dia das Bruxas, mas também é comemorado o Halloween em diversos países do mundo.  A tradicional festa teve origem em países de língua inglesa como Inglaterra, Estados Unidos e Canadá, mas vem se popularizando em outros cantos do mundo, incluindo a nossa terra tupiniquim. Durante o Halloween é notório as pessoas se vestirem de personagens relacionados a algo de terror, dar sustos em outras pessoas, trocar doces e contar histórias macabras.

Pensando nisso, hoje fazemos uma lista de 11 filmes ou séries que você pode assistir no Netflix para entrar no clima deste dia tão bizarrinho. Agradecimento especial ao nosso patrão Valdir Fumene Júnior que ajudou com algumas dicas.

1 - Drácula de Bram Stoker (Bram Stoker's Dracula)

Dirigido por Francis Ford Coppola (O Poderoso Chefão), Drácula conta a história clássica do nefasto Conde da Transilvânia, baseado diretamente no livro original de Bram Stoker. Com efeitos práticos, um Gary Oldman inspiradíssimo como o vampiro mais tenebroso e apaixonante do cinema, uma Wynona Rider doce e angelical como Mina, um péssimo Keanu Reeves como Johnathan Harker e um escabroso e pérfido Van Helsing interpretado por Anthony Hopkins, esse filme pode figurar facilmente em uma lista dos melhores filmes de terror de todos os tempos. Veja e aproveita para escutar o Jurassicast que fizemos sobre o filme há algum tempo.


2 - O Que Fazemos Nas Sombras (What We Do in the Shadows)

Um pseudodocumentário dirigido por Taika Waititi (Thor: Ragnarok), o filme conta a história de três vampiros que, nos dias de hoje, dividem um apartamento e enfrentam as dificuldades de viverem na sociedade moderna. O filme é brilhantemente roteirizado, com brincadeiras com todos os mitos clássicos dos vampiros como alergia à luz natural, brigas com lobisomens, problemas em se ver no espelho, entre outras situações hilárias. Definitivamente a melhor peça de entretenimento envolvendo vampiros que foi lançada desde um bom tempo. É pra rolar de rir.


3 - A Bruxa (The Witch)

Lançado em 2015, A Bruxa é dirigido por Robert Eggers e traz a fenomenal Anya-Taylor Joy (Fragmentado) no papel de uma das filhas de um casal de cristãos que, na Nova Inglaterra, em 1630, é expulso da cidade com seus cinco filhos por conta de sua fé. A família resolve ir morar em um local isolado, perto de um bosque. Passando por dificuldades com comida um dia o bebê some. Enquanto a família tenta descobrir o que aconteceu com a criança, estranhos fenômenos vão acontecendo e fazendo com que todos enfrentem seus piores pesadelos. Um excelente exemplar de terror psicológico, com uma fotografia peculiarmente cinza, e atuações de deixar o cabelo em pé. Apesar disso, ainda é um filme que divide opiniões. É amar ou odiar. 


4 - Os Outros (The Others)

O filme é de 2001, mas se você ainda não assistiu, pare tudo o que está fazendo, não converse com mais ninguém e veja. Dirigido por Alejandro Amenábar, o filme conta a história de Grace, uma mulher que, durante a 2a Guerra Mundial decide mudar com seus filhos para uma casa isolada na esperança de que seu marido retorne do combate. Seus filhos possuem uma doença que faz com que eles não possam tomar banho de sol diretamente, então a mansão vive quase que na total escuridão. Mas é quando coisas sobrenaturais e novos empregados contratados começam a chegar que a coisa vai ficando mais sinistra. Com um final de explodir a cabeça e colar ela no teto, qualquer coisa a mais que se fale sobre esse filme o estraga. OBRIGATÓRIO!


5 - Jogo Perigoso (Gerald's Game)

Baseado em um livro de Stephen King, o filme conta a história de um casal que, tentando recuperar o fogo do casamento já desgastado pelo tempo, vai passar um final de semana em uma casa isolada. Quando o marido resolve brincar de jogos sexuais mais agressivos e a mulher o impede, algo acontece que mudará a vida dela para sempre. Com uma excelente performance de Carla Gugino e um roteiro que não cansa de surpreender, o filme foi uma das melhores surpresas do ano passado para quem gosta do gênero. Imperdível. Tem Vale a Pena ou Dá Pena.


6 - O Babadook (The Babadook)

Lembra do mito do bicho-papão, o ser sobrenatural que mora debaixo das nossas camas ou dentro de nossos armários e que assume a forma de nossos pesadelos. É mais ou menos na mesma toada que criaram O Babadook. Na história, o menino Samuel sonha diariamente com um monstro e ao encontrar o livro chamado O Babadook, reconhece ali o monstro. Com uma relação conturbada com a mãe, o menino tem certeza de que o monstro deseja matá-lo. 


7 - A Cidade dos Amaldiçoados (Village of the Damned)

Dirigido por John Carpenter, A Cidade dos Amaldiçoados  conta a história de uma cidade em que as mulheres engravidam de seres alienígenas durante um fenômeno inexplicável. Quandos nascem os bebês, todos possuem características especiais e obviamente não são humanas e representam um perigo para o mundo. Com toques de ficção científica e a participação de Christopher Reeve, o filme tem um clima muito bizarro. Recentemente o Miotti e a Marina fizeram um Vale a Pena ou Dá Pena dele.


8 - RAW

RAW conta a história de uma jovem francesa que acaba de ingressar uma das melhores faculdades do pais no curso de veterinária. Tudo até que ia bem até ela passar pelo trote, em que ela é obrigada comer carne crua. Isso desencadeia uma série de acontecimentos que levam a personagem aos seus instintos mais primitivos. Não é um filme, de susto, de escatologias, é um filme psicológico em que você acompanha e sente a jornada agonizante da personagem principal. Quando foi exibido no festival de Toronto fez que com pessoas saíssem da sala de exibição por passarem mal, então cuidado.


9 - O Diabo e o Padre Armoth

O Diabo e o Padre Armoth acompanha o diretor de O Exorcista William Friedkin, em um documentário em que ele acompanha o exorcismo feito pelo padre Italiano Armoth, de 91 anos. Um dos últimos exorcistas autorizados pelo vaticano. O documentário passa pelos mistérios da fé e chega a consultar especialistas em distúrbios do cérebro, levando o expectador a uma conclusão interessante. Com filmagem simples, as sessões de exorcismo chegam a impressionar pela a naturalidade até macabra. Assista e tire suas conclusões.


10 - A Maldição da Residência Hill (The Hauting of Hill House)

A série estreou no começo do mês no serviço de streaming e rapidamente se popularizou nas redes sociais, com gente se descabelando. A série é baseada em um famoso livro de mesmo nome escrito por Shirley Jackson, e que já virou filme chamado A Casa na Colina. A série foi elogiada por Stephen King e é dirigida pelo diretor de Jogo Perigoso (já mencionado aqui), Mike Flanagan.


11 - Ghoul

Ghoul é uma minissérie de terror indiana que se passa na época em que um regime autoritário controla todo o país. Uma jovem recruta, crendo que está praticando seu dever com o país, vai trabalhar em uma cadeia de segurança máxima onde um grande opositor do regime está preso. A coisa foge de controle quando percebe que além dos presos e militares, uma presença maligna está no local, transformando o local em uma sucursal do inferno.