08 de novembro de 2016 Reviews e Análises

Enquanto a Marvel e a DC Comics fazem pela milésima vez seus reboots (ou seriam Rebirths?) o frescor da novidade fica com autores como Noelle Stevenson, criadora da graphic novel Nimona e da série ainda inédita no Brasil Lamberjanes.

Assim como muitas artistas independentes - só aqui, em terras tupiniquins, podemos citar Bianca Pinheiro e o seu fofo Bear e Rebeca Prado e o engraçadíssimo Navio Dragão - Stevenson dá vida a impulsiva Nimona em uma webcomic, que, se fosse uma personagem do universo DC, seria o Robin do Coringa - claro, se o vilão pudesse manter-se longe de um pé de cabra.


A sinopse desta história poderia ser assim: em um reino distante seu campeão, Sir Ambrosius Ouropelvis, luta ativamente contra seu arqui-inimigo e antigo amigo, Lorde Ballister Coração-Negro, que está mais perigoso que nunca, agora que tem como companheira de maldades a menina metamorfa Nimona. Poderia, mas...

Antes de encontrar Nimona, Ballister Coração-Negro era o que poderíamos chamar de um vilão medíocre: baseado em uma vingança pessoal contra Ouropelvis (o herói decepou seu braço direito após perder uma justa, prova do treinamento heróis, que fizeram juntos) e a instituição que quase serviu, mesmo rodeado de toda a ciência e tecnologia que pode conhecer, seus planos sempre são frustrados, resultado de sua obsessão por provar seu ponto de vista mantendo as regras. Nimona chega como o agente fora dessa equação, querendo apenas destruir a instituição que mantem o reino em um estado totalitário.

A cada batalha percebemos o que podemos chamar de verdade, mentira, vilão e herói em que a fórmula “o bem vence o mal” depende dos tons de cinza que se percebe do quão divertido pode ser descobrir. Se não acredita, você pode ter o gostinho, em português, no site da editora Intrínseca que liberou uma degustação um pouco antes do lançamento da graphic novel no Brasil, em setembro, ou no site da própria autora, com os três primeiros capítulos, só que em inglês. 

Título Original: Nimona
Autor: Noelle Stevenson
Tradução: Flora Pinheiro
Editora: Intrínseca
Ano: 2016
ISBN: 9780062278234
Ficha técnica completa no Skoob